sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Entrevista sobre o mercado mundial de E-mail Marketing


O mercado mundial de e-mail marketing vem sofrendo constantes mudanças no intuito de se adaptar às necessidades e expectativas dos usuários, sem deixar de lado o importante papel que possui nas ações de relacionamento com o cliente.
Para falar sobre o momento atual do e-mail marketing nacional, conversamos com Valdiney Viçossi, Diretor da Associação Paulista das Agências Digitais (APADi). Confira abaixo:

Segundo a pesquisa Marketing 360° divulgada no ano passado, oito em cada dez empresas utilizavam campanhas de e-mail marketing. Como você vê o atual cenário do e-mail marketing no Brasil?
Valdiney Viçossi: Acredito na evolução do e-mail marketing que respeite as normas básicas da política para esse tipo de atividade. Quando elas são respeitadas, as taxas de abertura e de cliques são bem melhores.

Estamos na era do engajamento e personalização do e-mail marketing, ou seja, as empresas têm se preocupado com o conteúdo e com o diferencial da campanha para o consumidor. Em sua opinião, as empresas brasileiras estão se adaptando a esse conceito?
VV: A profissionalização da internet como um todo, que engloba também esse segmento, contribui para a melhor qualidade do trabalho, melhorando a eficiência e a eficácia das ações. As métricas contribuem bastante para identificar o retorno das ações, e isso vem alavancando tal adaptação.

De alguns anos para cá, o e-mail marketing deixou de ser uma ferramenta de prospecção e tornou-se um veículo de relacionamento. Você acredita que esse panorama foi modificado nas oito entre dez empresas que utilizam a ferramenta? 
VV: A ferramenta continua sendo usada nas duas frentes. Percebo que, na de prospecção, muitos usuários desrespeitam as normas e acabam prejudicando a imagem de quem anuncia; já quem a usa para o relacionamento procura atender às normas, e com isso avança na interação com o cliente.

De forma geral, qual grau de maturidade você observa nas empresas brasileiras em relação às ações de e-mail marketing?
VV: De baixo para médio, infelizmente. Mas, com a conscientização de que precisam melhorar suas estratégias, com certeza teremos grandes avanços.

Para finalizar, o consumidor está cada vez mais seletivo e extremamente exigente. Como ações de e-mail marketing ou um bom conjunto de transmídia podem auxiliar no destacamento das empresas frente ao mercado?
VV: O opt-in/out contribui muito, demonstrando um respeito inicial, e com o aceite do internauta na comunicação, diversos links de transmídia podem ser explorados em diferentes níveis de criatividade e interação. Vejo com bons olhos essas ações integradas, e, sobretudo, com bons resultados.